Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

INTERNET PARA TODOS

dicas úteis, downloads, jogos, fotos, curiosidades, música, videos...todo o conhecimento é para ser partilhado!

IMRAN KHAN... A VOZ DE UM PAQUISTANÊS.

03.01.12 | Mari Ortiz

Imran Khan Niazi (25 de novembro de 1952) é um político paquistanês (em abril de 1996, fundou e se tornou presidente do partido político do Paquistão Tehreek-e-Insaf - Movimento para a Justiça) e ex-jogador de críquete (em 1992, aos 39 anos, Khan liderou seus companheiros para a primeira e única vitória do Paquistão na Copa do Mundo).

Atualmente, além de seu ativismo político, Khan também é um filantropo comentarista de críquete, Chanceler da Universidade de Bradford e Fundador e Presidente do Conselho de Governadores do Shaukat Khanum Memorial Cancer Hospital & Research Centre. Em 13 de dezembro de 2007, Khan recebeu o Prêmio Humanitário no Prêmio Asiático dos Desportos em Kuala Lumpur por seus esforços na criação desse primeiro hospital de câncer no Paquistão.

Khan publicou cinco obras de não-ficção, incluindo uma autobiografia co-escrito com Patrick Murphy. Ele periodicamente escreve editoriais sobre cricket e política paquistanesa em vários principais jornais paquistaneses e britânicos.

 

Em setembro de 2011, lançou seu sexto livro… "Paquistão: Uma história pessoal". Uma visão geral da história do Paquistão, visto através do prisma das memórias e recordações de Khan. Ele também lança um olhar sobre a evolução histórica, como as guerras com a Índia em 1965 e 1971, a revolução iraniana em 1979, a invasão soviética do Afeganistão de 1979 a 1988, os ataques terroristas em 2001/09/11 e a subsequente invasão americana do Afeganistão. A meta declarada era ter esses eventos vistos não só através dos olhos dos ocidentais, mas através dos paquistaneses comuns.

Fonte: en.wikipedia.org
Gostei de conhecer Imran Khan um pouco melhor, sua filosofia de vida, sua disponibilidade em abraçar causas humanitárias, sua visão criteriosa dos fatos. Se seu estilo de ser deve-se à política e à conquista de poder, não sei (tenho um feeling de que ele é autêntico), entretanto isso é lá com os paquistaneses...
Política à parte, repara em algumas citações dele:
Seja cordial e educado. Comentários ofensivos ou pouco dignos serão imediatamente apagados.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.