Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

INTERNET PARA TODOS

dicas úteis, downloads, jogos, fotos, curiosidades, música, videos...todo o conhecimento é para ser partilhado!

Se um extra-terrestre lhe pedisse para explicar o acto de beijar, consegue pensar no que lhe diria?

06.04.09 | José Coelho

A ciência do beijo

 

um beijo é um truque encantador desdenhado pela natureza para silenciar a fala para quando sobram palavras
Ingrid Bergman


Pense nisso.

 

Se uma nave cheia de extra-terrestres aterrasse no nosso planeta para observar o comportamento humano, como poderíamos nós explicar-lhes o acto de beijar? Uma pessoa toca outra pessoa com os seus lábios. Claro, não se toca apenas nos lábios. Lábios na face…lábios no pescoço, lábios no…bem qualquer outra parte do corpo pode ser considerada. Imagine o embaraço que lhe causaria se um extra-terrestre lhe pedisse para exemplificar. Já pensou?


"Beijo: Uma maneira de colocar duas pessoas tão juntas que não conseguem ver nada de errado uma na outra.”

Rene Yasenek


Uma pergunta poderia surgir do género: para que serve esse acto? A resposta podia ser uma lista tão longa que nem o cibernauta mais afincado conseguiria encontrá-la na internet.

 

Apesar do beijo na face, muitas pessoas associam o beijo ao amor e ao desejo sexual, e os extra-terrestres muito provavelmente aceitariam isto como parte dos hábitos do nosso bizarro sistema de reprodução. Como lhes explicar que o beijo também serve de cumprimento social, de amizade, de respeito, simpatia, gesto maternal, fraternal, etc. Muito peculiar! Pensariam eles.


Beijo na boca
- Durante o beijo você movimenta 29 músculos, dos quais 17 são da língua.


- Os batimentos cardíacos aceleram, vão de 60 a 150, fazendo uma espécie de exercício pro-coração.


- Um beijo intenso gasta em média 12 calorias, se você beijar muito pode perder alguns quilinhos.


Eu sou a favor de se preservar o hábito francês de se beijar as mãos das senhoras – afinal, tem de se começar por algum lado.
Sacha Guitry


A origem da palavra Beijo deriva do latim Basium, a tradução inglesa Kiss deriva do inglês antigo Cyssan (to kiss - beijar), origens da palavra à parte, o motivo da existência deste acto tão simples mas ao mesmo tão complexo ainda deixa os filematologistas perplexos (aqueles que estudam a filematologia, a ciência do beijo). Não conseguem decidir se o beijo é um comportamento aprendido ou é algo instintivo.

Leia este artigo do jornal Expresso sobre o assunto.

 

Um beijo é algo que não podes dar sem receber, nem receber sem dar.
Autor anónimo


Eu não estava a beijá-la, eu estava a sussurar-lhe no ouvido.
Chico Marx


O primeiro beijo que recebi de uma rapariga foi nojento, ela despejou 1 litro de saliva na minha boca. Quando me fui embora, tive de a cuspir toda fora.
Leonardo Di Caprio


O beijo é como um icebergue. Este artigo podia ser um longo testamento sobre o assunto. Com tanto que ficou por dizer, e com os extra-terrestres já a carregarem no botão de arranque para se irem embora, talvez quando passarem por Plutão (triste ex-planeta) este artigo continue.


Já o nosso poeta António Aleixo dissertava sobre o assunto:
Não te beijo e tenho ensejo
Para um beijo te roubar;
O beijo mata o desejo
E eu quero-te desejar.

Porque te amo de verdade,
'stou louco por dar-te um beijo,
Mas contra a tua vontade
Não te beijo e tenho ensejo.

Sabendo que deves ter
Milhões deles p'ra me dar,
Teria que enlouquecer
Para um beijo te roubar.

E como em teus lábios puros,
Guardas tudo quanto almejo,
Doutros desejos futuros
O beijo mata o desejo.

Roubando um, mil te daria;
O que não posso é jurar
Que não te aborreceria,
E eu quero-te desejar!

 

António Aleixo, in "Este Livro que Vos Deixo..."

 

Fontes consultadas:
http://www.etymonline.com/index.php?search=kiss&searchmode=none
http://pt.wikipedia.org/wiki/Beijo
http://en.wikipedia.org/wiki/Kiss
http://aeiou.expresso.pt/a_ciencia_do_beijo=f501931
http://www.citador.pt

Seja cordial e educado. Comentários ofensivos ou pouco dignos serão imediatamente apagados.