Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

INTERNET PARA TODOS

dicas úteis, downloads, jogos, fotos, curiosidades, música, videos...todo o conhecimento é para ser partilhado!

O NAUFRÁGIO DE UM SONHO...

18.01.12 | Mari Ortiz
O parcial naufrágio do Costa Concordia, ocorrido em 13 de janeiro deste ano, depois de ter embatido em rochas ao largo da Isola del Giglio (região da Toscana), no Mediterrâneo, acaba por colocar em causa, para muita gente, o sonho de um cruzeiro com o objetivo de diversão, desporto de lazer e descanso. Vídeos que mostram a maravilha desse transatlântico circulam pela net e damo-nos conta de que, realmente, era um navio espetacular.
O nome do navio, Concordia, simbolizava paz e harmonia entre pessoas e países, realizando cruzeiros na Itália, Tunísia, Malta, Grécia, Chipre, Egito, Tunísia, Ilhas Baleares e América do Sul. Com lotação para cerca de 4890 pessoas (3780 passageiros e 1110 tripulantes), o navio dispunha de 26 botes salva-vidas localizados no deck 4, para além de 5 desmontáveis no deck 1. O deck 13 por superstição não existia.
Em sua cerimônia de inauguração, a garrafa de champagne, tradicionalmente lançada de encontro ao casco do navio como forma de “batismo”, não se quebrou, o que traz má sorte… fato comprovado pelo naufrágio do navio há cinco dias.
Após um solavanco e um apagão, o comandante comunicou que havia uma avaria no gerador e que em breve a energia seria restabelecida. Na sequência, foi dado a ordem de abandonar o navio. O acidente causou pelo menos 11 mortos e 25 desaparecidos.
O capitão do Costa Concordia, Francesco Schettino, processado por homicídio múltiplo por negligência, naufrágio e abandono do navio, está em prisão domiciliária. Pesa-lhe, ainda, “risco de fuga e ocultação de provas”.
A recuperação do navio será a maior jamais tentada, caso se decida avançar com o processo. O Costa Concordia tem cerca do dobro da dimensão do Titanic e é muito alto, o que diminui a estabilidade.
Segundo os especialistas, a primeira coisa a fazer após a retirada do combustível (que está a trazer sérios riscos de danos ambientais pelo receio de seu vazamento) será reparar os rombos no casco e bombear a água entrada, para repor a estabilidade do navio e sustê-lo com alguma espécie de paliçada ou guindastes, para depois ser rebocado para uma doca seca, onde será decidido reparar a embarcação ou desmantelá-la.
Fonte: http://pt.wikipedia.org
Seja cordial e educado. Comentários ofensivos ou pouco dignos serão imediatamente apagados.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.