Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

INTERNET PARA TODOS

dicas úteis, downloads, jogos, fotos, curiosidades, música, videos...todo o conhecimento é para ser partilhado!

MERYL STREEP ENCANTA O MUNDO...

05.03.12 | Mari Ortiz

É fácil chamar à memória uma mão cheia de personagens de Meryl Streep talhadas para as mais altas glórias e merecedoras de Oscar. Porém, foi na gloriosa noite do domingo 26 de fevereiro que Meryl atingiu o ápice de seu momento artístico ao ser premiada pelo desempenho magnífico como Margaret Thatcher. Assisti ao filme neste final de semana… Ela está realmente impecável.

Apesar de todos os prêmios que, merecidamente, tem recebido, apesar de ser das mais adoradas atrizes a nível mundial, Meryl Streep nunca perdeu a simplicidade e esta, mais o seu sorriso luminoso, desarma qualquer um. Quando está a ser entrevistada, faz questão de dar atenção a todas as perguntas e responder, sem nunca sequer transparecer o fato de ser uma das maiores estrelas do cinema.

Em “Dama de Ferro”, Meryl Streep, de 62 anos, interpreta Margaret Thatcher, de 86. Para este papel, a atriz “envelheceu” com uma perfeita caracterização. E ela fala como encara o peso da idade…

 

“Quando era mais nova sempre me senti mais velha do que a idade que tinha. Agora que sou mãe, vejo isso nos filhos, pois todos parecem ser mais velhos do que são. Interiormente sinto-me a mesma pessoa.”

O seu respeito e admiração pela maturidade de quem era mais velho já a encantava em miúda. “Tenho fotografias minhas com dez anos, a tentar perceber aquelas linhas do rosto e a imaginar-me velha. Isso porque gostava muito da minha avó, gostava de ser como ela.”

Ciente do peso político da personagem que interpretou, e numa altura em que a Europa atravessa uma nova era de crise, Meryl Streep não pretende fazer juízos de valor sobre a mulher a quem deu vida na sétima arte. “Eu apenas coloquei o lenço dessa mulher ao fim da vida e recuei no tempo até descobrir quem foi esta figura extraordinária que quebrou barreiras. Concordemos ou não com a sua política. E não me compete a mim ter juízos de valor, mas o fato de ter ocupado posição durante todo esse período é algo absolutamente fantástico. Eu lembro-me de quão diferente era o mundo nessa altura. E achei que valeria a pena voltar a olhar para ele.”

Margaret Thatcher, para ser respeitada num mundo que até a data era apenas de homens, teve de, a certa altura, trabalhar a sua voz (uma das cenas do filme). Porém, a atriz não considera que foi para ser “mais homem”. “Acho que não foi por isso que baixou a voz. Terá sido mais para se ouvir e ser mais credível. Talvez porque as mulheres tenham uma voz menos grave e, ao falar em público, isso poderia soar de forma um pouco estridente…”, afirma entre risos.

Para interpretar esse papel, Meryl estudou e leu bastante sobre a vida e obra da primeira mulher a tornar-se, em 1979, primeiro-ministro do Reino Unido, cargo que ocupou durante quase 11 anos. “Acho que ela pensa que fez uma grande obra. Ela era muito disciplinada, não só para os outros, mas também sobre ela. Tinha uma grande exigência própria. Acho que se sentia satisfeita com a vida dela. Mas para nós apenas nos interessava saber como se deveria sentir ela. Sentir a sua humanidade. Todos nós fazemos isso quando chegamos perto do fim da nossa vida. Há coisas de que nos arrependemos, outras que exaltamos.”

Recentemente homenageada por Barack Obama com a medalha Kennedy Center Honors, a mais alta distinção artística americana, a atriz, sem vedetismos e como uma simples mulher, contou à imprensa norte-americana, dias antes da noite do Oscar, os nervos que sente nestas alturas. “Tenho crises de pânico, fico realmente nervosa. Esperar que digam o meu nome no palco, diante de centenas de convidados e bilhões de espectadores é desesperador. Às vezes, sinto que vou ter um colapso nervoso. Costumo tomar alguns copitos antes de anunciarem a minha categoria”, brincou.

Fonte: TV Guia nº 1727.

 

Eis registros de suas premiações pelo extraordinário desempenho em “The Iron Lady”…

Seja cordial e educado. Comentários ofensivos ou pouco dignos serão imediatamente apagados.

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.