Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

INTERNET PARA TODOS

dicas úteis, downloads, jogos, fotos, curiosidades, música, videos...todo o conhecimento é para ser partilhado!

BARCAÇA REAL… UM LUXO NO RIO DOURO.

08.07.12 | Mari Ortiz

O Spirit of Chartwell, declarado barcaça real por ter transportado a rainha Elizabeth II (Isabel II) pelo Tâmisa durante as celebrações do Jubileu, em Setembro reinará em Portugal, nas águas do rio Douro.

A empresa “Douro Azul” acaba de comprá-lo e, assim, realizará viagens de luxo pelo “Douro”, podendo transportar entre 30 pessoas (com alojamento) e cem (em viagens de um dia). Os cruzeiros serão similares aos já realizados pela empresa, devendo incluir visitas a quintas, museus ou caves, com o "objetivo de dar a conhecer o Douro para lá do rio".

O barco, com cerca de 70m de comprimento, é célebre pelo seu estilo à comboio de luxo, baseado no Pullman Express da Côte d' Azur - na sua decoração e corpo integra peças e artefatos do comboio original, além de memória de outros navios históricos. Inclui 14 cabines e uma suite real, restaurante e piano bar, além de um "deck" superior ao ar livre.

O Spirit of Chartwell pertencia à companhia Magna Carta Steamship e foi escolhido pela “Casa Real Britânica” para as celebrações dos 60 anos de reinado de Elizabeth II, num cortejo que congregava mais de mil embarcações. Obviamente, foram feitos restauros para a ocasião (avaliados em 7 milhões de libras… qualquer coisa como 9 milhões de euros ou 22 milhões de reais).

O diretor-geral da “Douro Azul”, Mário Ferreira, pretende obter uma concessão para que a barcaça utilize o cais da “Ribeira do Porto”, curiosamente onde a rainha Elizabeth II desembarcou, em 1957, na sua histórica visita à cidade do Porto. Mário Ferreira referiu que o local poderia ficar reconhecido como “o Cais da Rainha".

Caso queira conhecer melhor a barcaça, visite o site http://www.spiritofchartwell.com.

Fonte: http://fugas.publico.pt


Seja cordial e educado. Comentários ofensivos ou pouco dignos serão imediatamente apagados.