Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

INTERNET PARA TODOS

dicas úteis, downloads, jogos, fotos, curiosidades, música, videos...todo o conhecimento é para ser partilhado!

COISA CRIATIVA… AS ESCULTURAS LIBERTADORAS DE "SAYAKA GANZ".

30.07.12 | Mari Ortiz

A artista Sayaka Ganz nasceu em Yokohama e cresceu vivendo não só no Japão, mas também em Hong Kong e Brasil. Agora vive e trabalha em Fort Wayne, Indiana.

Ganz ficou profundamente marcada, desde criança, por crenças do Xintoísmo japonês que difunde a existência de espíritos vivos em todos os objetos e organismos, sendo que lhe foi também ensinado que objetos descartados antes do fim de sua utilidade "choram à noite dentro do lixo" (isso é maravilhoso… bem podia ser útil a muita gente).

Com seu lado artístico desenvolvido, ela transferiu essas crenças para suas obras, utilizando objetos domésticos descartados e recuperados como um meio para suas esculturas. Ela diz que seleciona apenas aqueles que foram usados e descartados. Seu objetivo é que cada objeto possa transcender sua origem ao ser integrado em um animal de formas orgânicas que estão vivos e em movimento. Este processo de recuperação e regeneração, segundo Ganz, é libertador para si como artista.

“Estas esculturas de construção me ajudam a entender as situações que me cercam. Isso me lembra que, mesmo se houver um conflito, agora, também há uma solução em que todas as peças podem coexistir pacificamente. Embora haja amplas lacunas em algumas áreas e pequenos furos em outras, quando vistas à distância, há grande beleza e harmonia. Através de minhas esculturas, eu tento transmitir uma mensagem de esperança”, complementa Ganz.

Confira algumas de suas obras e solte sua imaginação… permita-se sentir a vida em cada uma, ainda que por instantes.

 

Fonte: http://www.thisiscolossal.com

Seja cordial e educado. Comentários ofensivos ou pouco dignos serão imediatamente apagados.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.