Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

INTERNET PARA TODOS

dicas úteis, downloads, jogos, fotos, curiosidades, música, videos...todo o conhecimento é para ser partilhado!

SAIBA COMO AGIR COM UM CÃO-GUIA…

15.12.10 | Mari Ortiz

Em virtude do seu rigoroso treinamento, o cão-guia está habituado e capacitado a entrar e permanecer junto ao seu dono em todos os tipos de estabelecimentos, tanto de saúde como em lojas, restaurantes, supermercados, cafeterias, cinemas, teatros, centros de estudo ou trabalho, etc., sem causar alterações no funcionamento normal dos mesmos, nem incomodar os funcionários ou o público. Nos locais de trabalho, o usuário de cão-guia está capacitado para exercer suas funções com ele ao lado. Devido ao treinamento que recebe, o cão-guia nunca vaga pelos recintos. Ele permanece acomodado aos pés do dono. O cão-guia tem o mesmo direito que seu dono, de gozar de livre acesso a todos os locais públicos.

 

 

Antes de mais nada, saiba que ele é um cão de trabalho e não um bichinho de estimação. Quanto mais o ignorar, melhor será para ele e seu dono. O seu comportamento e trato são totalmente diferentes dos outros cães e deve ser respeitado em dupla função de guia e fiel companheiro do seu dono. Por favor, não o toque nem acaricie quando se encontrar trabalhando, ou seja, quando ele estiver usando a guia. Se fizer isso, ele pode distrair-se e jamais deve falhar. Então, é melhor ignorá-lo. Mas não tenha medo… são treinados e nunca seriam capazes de fazer mal sem motivo.

Atenção! Se estiver acompanhado de um cão, controle-o para evitar que cause algum acidente quando passar ao lado de um cão-guia e do seu dono. Tampouco ofereça alimentos. O dono já se encarrega disso com esmero. O cão-guia está sempre bem alimentado, com horário certo para comer.

Quando se dirigir a uma pessoa cega, acompanhada de um cão-guia, fale diretamente com ela e não com o cão. Se o cego pedir-lhe ajuda, aproxime-se pelo lado direito, de maneira que o cão fique à esquerda. Dê indicações claras do sentido em que deve virar ou seguir para chegar ao local desejado. O cego então poderá lhe pedir que lhe ofereça seu cotovelo esquerdo. Neste caso, usará uma senha para indicar ao cão-guia que ele está temporariamente fora de serviço. Não se antecipe e nem pegue o braço de um cego acompanhado de um cão-guia, sem antes conversar. Muito menos toque em sua guia, pois a mesma é só para uso do cego.

O cão-guia tem lugares e horários pré-determinados para fazer suas necessidades. Está habituado a viajar em todos os meios de transporte (tanto dentro como fora do país), acomodado aos pés do dono, sem atrapalhar os passageiros.

 

FONTE

 

Seja cordial e educado. Comentários ofensivos ou pouco dignos serão imediatamente apagados.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.