Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

INTERNET PARA TODOS

dicas úteis, downloads, jogos, fotos, curiosidades, música, videos...todo o conhecimento é para ser partilhado!

PELOS TRILHOS... DA CHINA.

16.06.11 | Mari Ortiz

Projeto do "trem bala" na China, uma inovação da nova locomotiva chinesa: descer do trem sem que ele precise parar!
Não há tempo a ser desperdiçado. O "trem bala" está se movendo o tempo todo. Se existem 30 estações entre Pequim e Guangzhou, parar e acelerar de novo em cada estação vai fazer perder energia e tempo. Uma parada de 5 minutos por estação (passageiros idosos são naturalmente mais lentos) resultaria em uma perda total de 5 min x 30 estações, ou 2,5 horas de tempo de viagem do comboio.
Os chineses são inovadores o suficiente para chegar a um conceito de trem sem paradas. Os passageiros embarcam, na estação, em uma cabine conectora antes que o trem chegue. Quando o trem chega, ele não vai precisar parar. Ele apenas diminui a velocidade para pegar a cabine conectora que vai se acoplar ao teto do trem.
Depois dessa acoplagem, os passageiros deixam a cabine conectora e descem para o interior do trem. Após o embarque, a cabine será movida para a traseira do trem, para ser ocupada pelos passageiros que querem descer na próxima estação. Quando o trem chega na estação seguinte, ele deixará a cabine conectora na estação. Os passageiros assim desembarcam na estação sem a necessidade do trem parar. Ao mesmo tempo, o trem vai pegar os passageiros de uma outra cabine conectora, com novos passageiros.
Assim, o trem terá sempre uma cabine conectora na parte traseira do teto (para desembarque) e uma cabine conectora na parte dianteira do teto (para embarque) em cada estação.

 


Já agora, como a China aposta pelo transporte ferroviário em concorrência com o aéreo, vale lembrarmos que inaugurou em 2009 um "trem bala" mais rápido do mundo em atividade. A velocidade média é de 350km/h, mas pode alcançar os 390 km/h.

 

 

Seja cordial e educado. Comentários ofensivos ou pouco dignos serão imediatamente apagados.